15 de jul de 2010


Na nossa praça

2

A minha vida estava voltando ao normal e derrepente o maldido celular toca, era você com um voz de choro querendo me encontrar no mesmo local de sempre. Me arrumei depressa, escolhi a melhor roupa, passei o perfume que você mais ama e não pensei duas vezes em ir direto ao seu encontro e no lugar de sempre, no banco da ''nossa praça ''como você me dizia.Assim que cheguei tentei te ligar mais seu maldido celular só dava fora de área, mas mesmo assim não sai do banco fiquei lá te esperando como você havia me pedido.Fiquei na ''nossa praça'' por 5 horas te esperando e você não apareceu. Fui pra casa chorando muito, desculpa não consegui conter as minhas lágrimas, a única coisa que eu queria fazer naquele momento era ir pro meu quarto e chorar, chorar e chorar. Depois de chorar bastante dormi e tive um sonho muito estranho(Eu estava entra duas direções, um caminho escuro e o outro era os planos de Deus na minha vida.Deus queria que eu ficasse nos caminhos D'ele de tal forma que não consigo descrever, mais eu burramente anadava pelos caminhos escuros.)me acordei com bastante medo, falei com Deus e refleti sobre o meu sonho e não pensei duas vezes em seguir os planos de Deus. Felizmente ele nunca mais ligou e o meu maldito celular nunca mais tocou.

2 comentários:

Postar um comentário